Estado: Feliz

February 7, 2019

 

Se a felicidade são momentos ou um estado permanente, ou simplesmente ser, não obstante todos os pressupostos sobre a felicidade, ela é sempre uma ambivalência, pois é formada por duas componentes fundamentais: a segurança e a liberdade.

 

A liberdade sem segurança é o caos. A segurança sem liberdade é uma prisão.

 

A resposta para sermos felizes provavelmente estará no meio. Encontrar a fórmula de equilíbrio entre a segurança e a liberdade. Só que não existem fórmulas.

 

Nós, que somos retalhos de tantas outras versões, seres em constante evolução, que fomos à Lua e agora tentamos ser imortais, não temos acesso a fórmulas nem às respostas para tantas das nossas questões existenciais.

 

Talvez a resposta para a felicidade seja em sermos autênticos a cada momento, íntegros, orgulhosos dos nossos trambulhões, e humildes com as nossas vitórias.

 

Talvez seja sermos crianças responsáveis e livres, não colocando expectativas irrealistas, ou talvez, tornarmo-nos exímios na arte de saber comunicar e de desenvolver a compaixão. E de ficar no silêncio mas em paz.

 

A felicidade talvez passe por estarmos conscientes, a todo o momento, que, em qualquer decisão, perdemos e ganhamos sempre algo em troca. E decidir é um ato de liberdade.


E se, afinal, todos nós procuramos a felicidade, talvez ser feliz passe essencialmente por medirmos a percentagem entre a segurança e a liberdade das nossas decisões.

 

Sofia Pérez
coachsofiaperez@gmail.com

www.coachsofiaperez.com

Share on Facebook
Please reload

Recent Posts
Please reload