Deixar ir

January 13, 2020

 

Quando nos habituamos a depender de um ciclo, a ideia de o quebrar é aterradora, até mesmo dos ciclos que nos fazem sofrer. Há uma espécie de prazer em perpetuar ciclos dolorosos.

 

Reconhecer isso em nós não é fácil. Nada mesmo. Repetir um ciclo doloroso uma e outra vez vai apagando em nós os vestígios de quem seríamos verdadeiramente. E chega um dia em que já não sabemos quem somos, tal é a estrutura mental rígida e habilmente construída que criámos para perpetuarmos os ciclos a que nos agarrámos.

 

Procura em ti o que te faz permanecer nesse ciclo doloroso, quer seja a um emprego ou a um relacionamento ou a um qualquer outro aspeto da tua vida. Qual é o teu ganho secundário?

Estares disposto a quebrar esse ciclo é uma consequência natural de quereres ser livre, e dá-te a clareza para reconheceres a tentação de o manteres.

 

Exige coragem deixarmos ir o que nos é dolorosamente confortável e familiar.


Deixar ir, é um ato de rebeldia responsável.

 

Sofia Pérez
Coaching, Hipnoterapia, Constelações em Espelho, Xamanismo
Para marcação de sessões e mais informações: coachsofiaperez@gmail.com
www.coachsofiaperez.com

Share on Facebook
Please reload

Recent Posts
Please reload